Meia tonelada de peixes aparece morta em 3 km de praia em Alagoas

Meia tonelada de peixes aparece morta em 3 km de praia em Alagoas

Brumadinho: Sobe para 65 o número de mortes; 279 ainda estão desaparecidos
Inundações matam 124 pessoas no Japão e deixam 60 desaparecidos

Pelo menos meia tonelada de peixe de cinco espécies diferentes apareceu morta, espalhada em três quilômetros de praia, na Ilha da Crôa, no município de Barra de Santo Antônio (AL), litoral norte do estado, entre ontem e hoje. Pesquisadores a Universidade Federal de Alagoas (UFAL) afirmam que a mortandade tem característica tóxica e estudam qual material foi derramado nos rios da região que matou os peixes.

A mortandade de peixes ocorreu em um trecho da APA (Área de Proteção Ambiental) Costa dos Corais, considerada a maior unidade de conservação federal da marinha costeira do Brasil.

Desde ontem, peixes mortos começaram a aparecer no rio Santo Antônio, mas, hoje, milhares apareceram na foz em uma faixa de areia de cerca de 3 km na praia da Ilha da Crôa. Segundo pescadores, os peixes mortos correspondem a meia tonelada. 80% dos peixes mortos são da espécie manjuba ou aranque e os demais são pilombeta, bagre, xerete, carabepa e ainda arraias.

Amostras da água e dos peixes mortos foram recolhidas por pesquisadores da Peld (Pesquisa Ecológica de Longa Duração da Costa dos Corais) da UFAL, que monitora a situação de dez rios da região Norte de Alagoas. O laudo das amostras deverá ser concluído em até 15 dias.

Denúncia ao MPF

A Rede de Mulheres Pescadoras da Costa dos Corais denunciou o caso hoje ao MPF (Ministério Público Federal) por considerar que a morte dos peixes ocorreu em decorrência de crime ambiental.

Fonte: Uol

COMMENTS

WORDPRESS: 0