Primeiro Prefeito Pernambucano a descumprir ordem do TRE-PE pode ter candidatura cassada

Primeiro Prefeito Pernambucano a descumprir ordem do TRE-PE pode ter candidatura cassada

Palmares decreta suspensão de eventos com mais de 100 pessoas e suspende aulas por 15 dias
Governo de Pernambuco decreta quarentena no Recife e mais quatro cidades

Neste domingo(1º), Ana Cláudia de Moura Walmsley, Promotora de Justiça Eleitoral, pediu à Justiça Eleitoral que o candidato a Prefeito de São Lourenço da Mata, Bruno Pereira(MDB) e seu candidato a vice-prefeito na chapa se tornem inelegíveis por oito anos, devido acusações de “Abuso de Poder Econômico” e “Abuso de Poder Político”.

Além disso, consta no pedido a cassação do registro de candidatura da chapa. E caso o julgamento aconteça após o dia da eleição, 15 de novembro, seja cassado o diploma em caso de eleitos e consequentemente o mandato. Ou seja, caso venha a ganhar a eleição, Bruno Pereira pode não assumir.

Após o Tribunal Regional Eleitoral(TRE-PE) decidir, na última quinta-feira(29), pela proibição de atos presenciais durante esta campanha, o prefeito de São Lourenço da Mata, Bruno Pereira, ignorou e colocou a militância nas ruas na sexta-feira(30).

A atitude do prefeito e candidato à reeleição deixou a cidade perplexa. São Lourenço da Mata chegou a apresentar, no auge da pandemia, o maior índice de morte por Covid-19 de todo Brasil, sendo noticiada em grandes canais de comunicação como Globo.com.

“a procedência, ao final, desta representação, para que a ambos os representados sejam apenados com sanção de inelegibilidade para as eleições a se realizarem nos oito anos subsequentes à eleição em que se verificaram os abusos acima narrados, bem como que sejam apenados com a cassação de seus registros de candidatura ou, em caso de julgamento após o pleito e em caso de eleição destes, do diploma, e por consequência do mandato, nos termos do art. 22, inciso XIV, da Lei Complementar n.º 64/90.”, destaca a ação.

O fato curioso é que neste domingo o prefeito voltou a realizar campanha de rua com aglomeração. Foi denunciado pelos moradores uma cavalgada de apoiadores do prefeito, inclusive com a participação do secretário municipal e irmão do prefeito, Jairo Pereira Júnior. O ato foi animado com um “paredão” tocando músicas da campanha do prefeito.

Tocador de vídeo00:0001:15

Confira o pedido contra Bruno Pereira abaixo:

AIJE – descumprimento de normas sanitárias-Resolução 372 do TRE – SÃO LOURENÇO DA MATA (1)

Fonte: FALA PE

COMMENTS

WORDPRESS: 0