Gameleira, Joaquim Nabuco, Catende e Cortês aplicaram vacina da AstraZeneca vencida, diz jornal

Gameleira, Joaquim Nabuco, Catende e Cortês aplicaram vacina da AstraZeneca vencida, diz jornal

Pernambuco recebe mais 184.250 doses da Astrazeneca
Pernambuco recebe novo lote com mais 244 mil doses da vacina Astrazeneca/Fiocruz

Quase 26 mil doses vencidas da vacina AstraZeneca contra a Covid-19 foram aplicadas em todo o País, segundo reportagem publicada hoje pelo jornal Folha de São Paulo/Uol com base em dados oficiais do Ministério da Saúde. Maringá (região Norte), terceira maior cidade do Paraná, é a campeã de vacinas vencidas, com 3.536 pessoas tendo recebido a primeira dose do produto fora da validade. De acordo com a reportagem, até o dia 19 de junho, os imunizantes com o prazo de validade expirado haviam sido utilizados em 1.532 municípios brasileiros.

Depois da cidade paranaense, aparecem Belém (PA), com 2.673, São Paulo (SP), com 996, Nilópolis (RJ), com 852, e Salvador (BA), com 824. As demais cidades aplicaram menos de 700 vacinas vencidas, sendo que a maioria não passou de dez doses.

Além disso, outras 114 mil doses da vacina AstraZeneca que foram distribuídas a estados e municípios dentro do prazo de validade já expiraram, segundo o Uol. Os imunizantes expirados integram oito lotes da AstraZeneca importados ou adquiridos por consórcio. Um deles passou da validade no dia 29 de março. O que venceu há menos tempo estava válido até 4 de junho, aponta o texto.

A reportagem cruzou as duas bases —DataSUS e Sage— a partir do número do lote das vacinas. Foram consideradas todas as imunizações do país contra Covid-19 até 19 de junho. O levantamento mostra que, até essa data, um total de 25.935 doses de oito lotes de AstraZeneca foram aplicadas fora da validade. Metade desses lotes veio do Instituto Serum da Índia; a outra metade, da Opas (Organização Pan-Americana de Saúde).

As vacinas desses lotes foram distribuídas de janeiro a março pelo governo federal para todos os estados do país antes do vencimento. Elas somam quase 3,9 milhões de doses, das quais cerca de 140 mil não foram utilizadas dentro do prazo de validade. Dessas, até o dia 19 de junho, 26 mil tinham sido aplicadas já vencidas.

A maioria (70%) das doses aplicadas depois da validade é de um mesmo lote do Instituto Serum, identificado como “4120Z005”. O bloco venceu em 14 de abril, mas continuou sendo aplicado depois dessa data pelo país.

Fonte: PE10

COMMENTS

WORDPRESS: 0