Sem capacete, trabalhador aparece em propaganda da prefeitura de Cortês sobre ações contra deslizamento de barreiras

Sem capacete, trabalhador aparece em propaganda da prefeitura de Cortês sobre ações contra deslizamento de barreiras

BRASÍLIA:Terceira liminar do STF impede rito de impeachment definido por Cunha
Cortês-PE: PROS diz ser a única terceira via para ás eleições de 2016 na cidade

Tem chamado a atenção um post publicado pela prefeitura de Cortês, Mata Sul, nesta quinta-feira, 15, sobre ações para evitar deslizamento de barreiras em áreas de risco na cidade.


Nas redes sociais a prefeitura informa sobre o trabalho de manutenção de lonas plásticas em diversos pontos do município, “com o objetivo de proporcionar mais segurança para a população”, afirma a legenda. Entretanto, o cuidado com a segurança dos profissionais que estão executando a arriscada tarefa  tem deixado a desejar. É o que mostra o próprio post da prefeitura. Nele, um trabalhador aparece no alto de uma barreira, suspenso por uma corda presa ao seu corpo através de um cinto de segurança, mas sem capacete. Sem contar com a proteção para a cabeça, o trabalhador fica vulnerável a um risco maior, diante de eventual acidente de trabalho.


De acordo com a Norma Reguladora 35 (NR-35), o capacete é um dos EPI’s obrigatórios para o trabalho em altura, indispensável a partir de dois metros. De acordo com a Norma criada em 2012, pelo Ministério do Trabalho e Emprego, além do capacete o trabalhador precisa estar equipado com cinto de segurança, talabarte, Trava-quedas e botas. O descumprimento da NR-35 pode acarretar em multa.

Fonte: Política no Forno

COMMENTS

WORDPRESS: 0