Projeto do Vereador Pedro do Rodeador visa melhorar à comercialização de produtos dos agricultores rurais de Bonito.

Projeto do Vereador Pedro do Rodeador visa melhorar à comercialização de produtos dos agricultores rurais de Bonito.

O projeto visa garantir à permanência de preços mínimos tabelados e assegurados pelos órgãos conveniados com pequenos e médios agricultores e produtores rurais de Bonito.

Ver. Pedro do Rodeador solicita ao executivo de Bonito a criação de um polo gastronômico na parte baixa do teleférico.
Vereador Pedro do Rodeador solicitou a criação e instalação de um Polo de Confecções para Fabricos Têxtil em Bonito.

Na última reunião (09-11) ordinária da Câmara Municipal de Bonito, o vereador Pedro do Rodeador solicitou ao executivo de Bonito via requerimento de nº 247/2017, aprovado por unanimidade,  para que juntamente com as Secretarias de Governo Municipal e Estadual, de Agricultura Familiar, de Desenvolvimento Social e Econômico, para que seja firmado de imediato convênios e parcerias públicas e privado com o IPA – Estadual, CONAB federal, atacadistas e varejistas privados de comércios regionais, nacional, internacional, que possam realizar comercialização diretamente com as associações agrícolas e rurais de Bonito com o apoio  das secretarias competentes de governos municipal, estadual e federal.Para que todos os trabalhadores e produtores rurais da indústria da agricultura de Bonito possam de fato e de direito garantir à permanência de preços mínimos tabelados e assegurados pelos órgãos conveniados com pequenos e médios agricultores e produtores rurais de Bonito.

Foto: internet/Divulgação

Hoje os agricultores de Bonito sofrem com a comercialização, pois os mesmos não tem uma unica associação para distribuir as mercadorias, com isso os “atravessadores” compram os produtos por um preço bem abaixo do mercado e repassam para outros compradores que transportam os produtos para Ceaca, Ceasa ou até mesmo para outros estados, e que geralmente ganham valores exorbitantes nos produtos dos pequenos agricultores. Poucos desses agricultores sabem que a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) estabelece preços mínimos para os produtos agrícolas, por falta de informação e orientação os pequenos agricultores vem sofrendo com a desvalorização por parte dos compradores pelo seu produto.

No seu requerimento Pedro do Rodeador disse ainda que à indústria da agricultura de Bonito também possa sair definitivamente da informalidade e das mãos de atravessadores que até hoje só causam atrasos e grandes prejuízos para os pequenos e médios trabalhadores e agricultores de Bonito e região. Bonito poderá também usar a infra-estrutura do CEABO localizado no pátio da feira para trabalhar toda logística de carga e descargas dos produtos agrícolas, podendo ainda comercializar os mesmo produtos pra hotéis, restaurantes, supermercados, hospitais, entre outros consumidores varejistas, para cidades de toda região, visitantes e turistas que vem há Bonito.

 

Por: Mezaabe Vitor – em busca da informação.

Leia o requerimento na integra.

 

Voz da Mata Sul – em busca da informação.

COMMENTS

WORDPRESS: 0