Homem declarado morto por três médicos acorda na mesa da autópsia.

Homem declarado morto por três médicos acorda na mesa da autópsia.

Um prisioneiro de 29 anos acordou na mesa da autópsia mesmo após ter sido declarado morto por três médicos. Gonzalo Montoya estava na Penitenciária Ce

Superlua, Lua de Sangue e Lua Azul ao mesmo tempo esta quarta.
Nesta Páscoa, não troque o Cordeiro pelo coelho!
Príncipes, princesas e até imperador: quem são e o que faz a Família Imperial Brasileira?
Estranho objeto atravessa o Sistema Solar e intriga cientistas.
Cidades da Mata Sul e Agreste não conseguiram ver a “Lua de Sangue”.
Vereador Nidinho da Saúde

Um prisioneiro de 29 anos acordou na mesa da autópsia mesmo após ter sido declarado morto por três médicos. Gonzalo Montoya estava na Penitenciária Central de Astúrias, em Astúrias, Espanha, e foi dado como falecido no domingo. Os especialistas viram a ausência dos sinais vitais e o corpo foi colocado em um saco.

Horas depois, quando estava pronto para passar pela autópsia, os médicos legistas ouviram um barulho, parecido com um ronco, e descobriram que o rapaz estava vivo. Logo depois de constatada a não morte do preso, ele foi enviado para o Hospital Universitário Central da cidade, como informa o canal de televisão Telecinco.

Segundo os médicos, Gonzalo foi diagnosticado com catalepsia, quando se perde a consciência e as sensações. Segundo fontes no hospital, após acordar, ele perguntou pela esposa. O preso continua internado.

Fonte: Metropoles

Voz da Mata Sul – em busca da informação.

Vereador Salatiel Cortez

COMMENTS

WORDPRESS: 0