Inundações matam 124 pessoas no Japão e deixam 60 desaparecidos

Inundações matam 124 pessoas no Japão e deixam 60 desaparecidos

As autoridades do Japão atualizaram o balanço de vítimas no país em decorrência de inundações e deslizamentos causados pelo recorde de chuva na região

Brasileiros ricos fogem para o exterior com medo da violência, diz WSJ.
PT se reúne em Curitiba para indicar novo candidato nesta terça.
Atentado a Igreja Cristã Deixa ao Menos 30 Mortos no Egito
Novo alerta para as alterações cognitivas após cirurgias
Novo aplicativo de Edward Snowden transforma celular em sistema de monitoramento.

As autoridades do Japão atualizaram o balanço de vítimas no país em decorrência de inundações e deslizamentos causados pelo recorde de chuva na região ocidental. São pelo menos 124 mortos e 60 desaparecidos. Duas pessoas localizadas estão em estado grave.

Desde a última quinta-feira (5) chove intensamente no país, sobretudo nas cidades de Hiroshima e Ehime, nas quais casas foram destruídas e há vários deslocados na região.

O primeiro-ministro, Shinzo Abe, cancelou viagem à Europa e ao Oriente Médio, para coordenar pessoalmente as tarefas de ajuda às vítimas e visitar as regiões afetadas.

Soldados das Forças de Autodefesa (Exército), da polícia e dos bombeiros comandam as operações de resgate.

No fim de semana, as autoridades japonesas chegaram a recomendar a retirada de 5,9 milhões de cidadãos de 19 cidades. Mais de 30 mil pessoas passaram a noite em refúgios.

Em 2011, houve o tufão Talas, que deixou 98 mortos no centro do país.

*Com informações da NHK, agência pública de notícias do Japão.

FAINTVISA - FACULDADE DA VITÓRIA

COMMENTS

WORDPRESS: 0