TJPE abre inscrição para cerimônias de casamento coletivo gratuito em duas áreas do Recife.

TJPE abre inscrição para cerimônias de casamento coletivo gratuito em duas áreas do Recife.

Eventos são promovidos pela Casa de Justiça e Cidadania do Bongi, na Zona Oeste, e do Coque, na área central.

As unidades da Casa de Justiça e Cidadania do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) abriram as inscrições para as cerimônias de casamento coletiv

Tecnologia: Mata Sul, ligando você a tecnologia
POLÍTICA:Eduardo Cunha diz que vai provar que não mentiu na CPI
Litoral pernambucano ganhará novos alertas de tubarão
Acidente com avião tem 76 mortos; buscas são retormadas
Brega é oficialmente expressão cultural de Pernambuco
Vereador Salatiel Cortez

As unidades da Casa de Justiça e Cidadania do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) abriram as inscrições para as cerimônias de casamento coletivo que ocorrerão no Bongi, na Zona Oeste do Recife, e no Coque, na Ilha Joana Bezerra, na área central da cidade. Os eventos serão gratuitos e têm vagas limitadas.

Para a cerimônia no Coque, as inscrições podem ser feitas até o dia 30 de abril. Os interessados devem ir, de segunda a sexta-feira, das 9h às 15h, até a unidade da casa de Justiça e Cidadania localizada na rua Cabo Eutrópio, número 178.

O casamento, em sua oitava edição, será realizado no dia 30 de maio, às 10h, no auditório do 2º andar do Fórum Desembargador Rodolfo Aureliano, na Ilha Joana Bezerra. Para efetivar a participação, um dos interessados precisa ser morador dos bairros de São José, Ilha Joana Bezerra e Cabanga.

A segunda edição do casamento coletivo da Casa de Justiça e Cidadania do Bongi ocorrerá em maio, em data a ser confirmada. As inscrições podem ser realizadas de segunda a sexta-feira, das 9h às 15h, na rua Acajutiba, número 43. O casamento também acontecerá no Fórum Rodolfo Aureliano, no auditório do 2º andar.

Para fazer a inscrição, é necessária a apresentação dos seguintes documentos: cópias da identidade e CPF e original da certidão de nascimento. Também é preciso apresentar os mesmos documentos de duas testemunhas.

Aos divorciados é exigida a certidão original do divórcio. A participação é condicionada à apresentação do comprovante de residência, que ateste que pelo menos um dos noivos é morador da comunidade.

Instituição

A Casa de Justiça e Cidadania do TJPE é uma unidade que promove a participação do cidadão e da comunidade na solução de problemas, além de aproximar o Poder Judiciário da sociedade.

Na Região Metropolitana do Recife existem as unidades do Bongi, do Coque e do Núcleo de Prática Jurídica da Faculdade de Olinda (Focca), no bairro do Carmo, em Olinda. Também há unidades em Toritama, no Agreste, e em Fernando de Noronha. (Via:  G1. )

Voz da Mata Sul – Em buscar da informação.

COMMENTS

WORDPRESS: 0